O Pequeno (e não muito sério) Dicionário dos Termos Fotográficos

Flash: acessório utilizado para obter efeitos artísticos indígenas, como cara-pálida e olho-vermelho
Câmera digital: câmera de vídeo que só grava quadro a quadro
Câmera digital compacta: dispositivo que desencadeou o fenômeno da auto-foto-com-braço-esticado-pra-colocar-no-Orkut, muito difundido entre adolescentes
Câmera de filme: objeto encontrado em museus e antiquários, juntamente com discos de vinil, videocassetes, fogões a lenha e CDs de lambada.
Queimar o filme: fenômeno que provocava a perda de fotos, hoje substituído pelo mais moderno apaguei-a-foto-sem-querer ou o fatídico o-cartão-de-memória-deu-pau
ASA: termo correspondente a ISO que permite determinar a idade de quem o utiliza, geralmente situada em torno dos 80 anos
Teleobjetiva: lente própria para fotografar pessoas em situações delicadas, como mendigos ou mulheres de biquíni
Supertele: lente para quem quer fotografar de tudo sem sair do sofá de casa
Grande angular: lente própria para fazer todo mundo caber no retrato, também conhecida como “junta mais”
Photoshop: ferramenta que teve o maior impacto na beleza feminina desde a invenção do rímel
Redução de vibração: função que possibilita a operação da máquina pelo fotógrafo alcoolizado
Obturador: espécie de bomba-relógio inserida nas câmeras reflex digitais para obrigá-lo a trocar de equipamento a cada dois anos
RAW: pela forma como às vezes é pronunciado, provavelmente é uma típica saudação dos índios americanos
Velocidade do obturador: corresponde ao tempo necessário para que a pessoa fotografada pisque o olho
LCD: dispositivo magnético com efeito em seres humanos, atraindo todos os retratados para a parte de trás da câmera após a foto ser feita
Nikon: marca que produz equipamentos com a tecnologia revolucionária de 30 anos atrás
Canon: marca que produz equipamentos com tecnologia revolucionária, e que duram em média três semanas
Olympus: marca cujas câmeras boas são como disco voador: há quem ache que existe, outros que não existe, e quem diz que já viu é louco
Megapixel: constante matemática cuja característica é que não importa o quanto sua câmera tenha, nunca será o suficiente
Negativo: termo já utilizado para designar o rolo de filme processado. Hoje se refere apenas ao saldo bancário do amante da fotografia

6 thoughts on “O Pequeno (e não muito sério) Dicionário dos Termos Fotográficos”

  1. Hehehehheheheh!!! Muuuito bom, Rodrigo! Morri de rir por aqui, especialmente com o RAW e o ASA!
    E na internet li recentemente que um rapaz tinha filmado o terremoto ocorrido em São Paulo porém sua câmera tinha sistema anti-vibração, rsrsrs… Como se vê, nem sempre a tecnologia ajuda! :o)
    Parabéns pelo texto!

  2. Lilian e Marcelo, legal que vocês gostaram.

    Humberto, você e todo o pessoal “da antiga”. O que é uma coisa legal, dá pra saber quem é da época do filme. O texto é só uma brincadeira.

    Abraços.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *